Como prolongar a vida de útil de fios e cabos elétricos?

Conservação inadequada pode danificar o isolamento e aumentar o risco de acidentes

 

Independente da ocupação ou atividade de um imóvel, ter uma instalação elétrica segura e confiável depende de fios e cabos em bom estado de conservação, sejam eles condutores de distribuição ou de aparelhos eletroeletrônicos.

 

Revisões periódicas são fundamentais para mantê-los sempre em boas condições, mas cuidados adicionais podem prolongar a vida útil desses componentes, minimizando os riscos às pessoas e ao patrimônio.

 

Líder no fornecimento de materiais elétricos, a STECK fabrica uma série de componentes e dispositivos que impactam diretamente na conservação de fios e cabos em diferentes cenários de instalação.

 

Confira abaixo como prolongar a vida útil de fios e cabos elétricos:

 

Organização

 

Organização não é uma questão puramente estética. Além de descomplicar o dia a dia, eliminar emaranhados de fios e cabos elétricos vai aumentar a proteção deles contra danos causados pelo excesso de dobras ou até o pisoteamento.

 

A aglomeração de condutores também pode contribuir com o aumento de temperatura de trabalho de todo o conjunto, o que pode ser ainda pior se estiverem enclausurados sem as devidas providências.

 

Cabos de aparelhos eletroeletrônicos podem ser organizados com segurança por meio de organizadores espirais ou abraçadeiras. A STECK oferece na linha Conduteck® modelos em diferentes cores com termoplástico autoextinguível de acordo com as normas ABNT NBR IEC 61084-2-2 e IEC 62275, respectivamente.

 

 

 

Organizador espiral e abraçadeiras da linha Conduteck® da STECK

 

Distribuição

 

Instalações elétricas aparentes são adequadas para obras e reformas que desejam evitar o quebra-quebra nas paredes. Ao invés de cabos expostos e conduzidos por presilhas, uma boa saída é usar canaletas.

 

O mix de canaletas aparentes da STECK é ideal para organização e proteção não só em sistemas de cabeamento residencial e comerciais elétricos, mas também de circuitos de voz, dados, som e imagem.

 

 

Canaletas aparentes e acessórios da linha Conduteck® da STECK

 

Elas são fabricadas em PVC autoextinguível em conformidade com a norma NBR IEC 61084-1. Para facilitar ainda mais a instalação, há modelos com divisão interna e fita dupla face adesiva de alta resistência, dispensando o uso de ferramentas.

 

Uma novidade da marca para proteger os cabos na distribuição são as canaletas ranhuradas com recorte aberto, ideais atender às necessidades de sistemas com derivação de cabos. Todos os modelos são fabricados PVC autoextinguível e possuem furações na base facilitando a fixação.

 

 

 

Canaletas ranhuradas de recorte aberto da linha Conduteck® da STECK

 

Proteção

 

Outra maneira muito eficiente de prolongar a vida útil é não exigir dos condutores o que está além da capacidade deles, e para isso, os cuidados começam desde a obra com o correto dimensionamento da instalação por um profissional eletricista capacitado.

 

O dimensionamento adequado vai prever um cabeamento conforme as normas técnicas, além da devida proteção por meio de dispositivos instalados nos quadros e painéis elétricos.

 

A STECK é amplamente reconhecida no mercado de materiais elétricos pela fabricação de minidisjuntores, interruptores diferenciais residuais (IDRs) e dispositivos de proteção contra surtos (DPS), formando o ‘trio da proteção’ elétrica.

 

 

Linha de minidisjuntores da STECK

 

Os disjuntores são especialmente essenciais para os cabos, pois eles são a garantia de uma proteção efetiva contra sobrecargas, ou seja, quando a corrente aplicada ao circuito ultrapassa a limitação do conjunto. Os modelos da STECK são fabricados em conformidade com as normas NBR IEC 60947-2 e certificados até 63 A pela norma NBR NM 60898.

 

 

 

Modelos de DPS e IDR da STECK

 

Geralmente, a sobrecarga ocorre por conta de gambiarras nas tomadas, com o uso indevido de benjamins, extensões e filtros de linha. Como se sabe, as tomadas residenciais trabalham com limites de 10 e 20 A para usos gerais e específicos, respectivamente.

 

A sobrecarga vai danificando o isolamento dos cabos porque seu efeito colateral é o aquecimento, conhecido como Efeito Joule. O calor vai derretendo a proteção até o ponto de deixar fios energizados expostos. Além de choques, o contato entre fios pode provocar curtos-circuitos e iniciar incêndios.

 

Acessórios

 

Alguns acessórios podem prolongar a vida útil do cabeamento a nível comercial e industrial. Um bom exemplo está no prensa-cabos, que pode ser aplicado nas entradas de energia em unidades combinadas (Unicom), além de plugues e tomadas industrias.

 

 

Prensa-cabos da STECK na cor cinza claro

 

Com três tipos de roscas (PG, BSP e métrica), dois formatos (curta e longa) e duas opções de cores (cinza claro e preto), os modelos STECK são os únicos que se ajustam a qualquer cenário de instalação com um grau de proteção IP 67, além da conformidade com a norma NBR IEC 62444.

 

Trata-se de um produto de instalação rápida, que pode ser manual ou por meio de alicate, e de alta resistência ao impacto, aliviando a tensão mecânica dos cabos e protegendo o equipamento da entrada de umidade e poeira.

Últimas Notícias